A Comissão de Reparação da Câmara Municipal de Salvador (CMS), reuniu-se nessa segunda-feira (21), para adoção de medidas que possibilitem a votação em plenário, ainda neste semestre, do Estatuto Municipal da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa (Projeto de Lei nº 549/13).

De autoria da ex-vereadora Olívia Santana (PCdoB), o Estatuto foi desengavetado pela Comissão de Reparação da Casa, presidida por Moisés Rocha (PT), que afirma ter sido o texto amplamente discutido com a comunidade em audiências públicas que aperfeiçoaram a proposta original.

Ficou consensualizado que o relator da matéria, vereador Sílvio Humberto (PSB), terá 20 dias para apresentar o parecer que será encaminhado às demais comissões permanentes.