Redação G8 News
jornalismo@g8news.com.br

 

A pré-campanha tem sido mais difícil do que Geraldo Alckimin (PSDB) podia imaginar. Isolado, até o Democratas recusou uma aliança, e nem mesmo o correligionário João Doria parece que votará nele, já que tem dado forte apoio a Fávio Rocha (PRB). Em conversas privadas, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador José Serra já notaram o distanciamento de Alckmin.

Também circula nos bastidores que nos últimos dias, FHC defendeu o diálogo do PSDB com a pré-candidata Marina Silva (Rede), o que foi interpretado por alguns setores como sugestão de que ela encabeçasse uma chapa na qual Alckmin seria o vice.

E nas pesquisas, Alckmin segue patinando com cerca de 5% das intenções de votos. E nem mesmo em São Paulo, aonde era governador, o tucano consegue liderar a corrida eleitoral.