Redação G8 News
jornalismo@g8news.com.br

Um casal suspeito de matar e abandonar um bebê recém-nascido em uma lixeira, nesta quinta-feira (28), em Santos, no litoral paulista, foi detido pela polícia. O corpo do bebê havia sido encontrado por um catador de latinhas, em frente a um prédio, no bairro Gonzaga, uma das regiões mais tradicionais da cidade. O recém nascido estava dentro de um saco preto, com o cordão umbilical enrolado no pescoço e marcas de perfuração.

De acordo com equipes do Setor de Homicídios da Delegacia Especializada Antissequestro de Santos (Deas), uma nota fiscal de um estabelecimento comercial ajudou a identificar o casal que cometeu o homicídio. As investigações apontam que o bebê teria nascido de parto normal, no próprio apartamento onde o casal reside. O contentor de lixo usado fica em frente ao edifício onde acusados moram.

A mulher é dona de casa, e teria abortado o bebê propositalmente. Agora, ela vai responder por homicídio e ocultação de cadáver. Já o seu marido, deve responder por favorecimento pessoal, após não pagar fiança de R$ 100 mil arbitrada pelo delegado responsável pelo caso.