Redação G8 News
jornalismo@g8news.com.br

 

Réu em um processo da Operação Lava-Jato, o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) deixou de ir à Câmara dos Deputados desde 25 de abril, coincidentemente, um dia após a Polícia Federal ter cumprido um mandado de busca e apreensão no seu gabinete e também no apartamento funcional. Ele faltou também à única reunião de maio da Comissão de Segurança Pública, que integra como membro titular.

Dudu Fonte, como é conhecido entre os parlamentares, é acusado de receber R$ 300 mil da construtora UTC para beneficiar a empresa em um contrato na Petrobras. Por 3 votos à 2, a segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) tornou ele réu no processo pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.