Redação G8 News
jornalismo@g8news.com.br

 

O Facebook teria vendido dados privados de usuários para empresas terceiras que desenvolviam apps ou projetos dentro da plataforma, segundo uma reportagem do Wall Street Journal. Esse caso teria ocorrido depois de a companhia ter limitado o acesso de desenvolvedores a dados de usuários em 2015.

Nesse caso, empresas como a Nissan Motors e a RBC Capital teriam recebido informações sigilosas de usuários e também uma lista de todos os amigos desses usuários na rede social, além da métrica que calcula o nível de proximidade entre as pessoas na plataforma.

O Facebook declarou que apenas permitiu o acesso a esses dados por parte de empresas parceiras, com o único fim de melhorar a experiência do usuário, para testar ou terminar de testar novas ferramentas.