Governo anuncia recuperação do Instituto do Cacau

Governo anuncia recuperação do Instituto do Cacau

Após cinco anos de um incêndio que destruiu o terceiro andar do Instituto do Cacau, localizado no bairro do Comércio de Salvador, o governo do estado finalmente deu início às obras de recuperação da estrutura do prédio público.

A empresa responsável por conduzir a primeira etapa das obras será a construtora AMF Engenharia e Serviços, vencedora da concorrência pública realizada em agosto de 2017, no valor de R$ 1,77 milhão.

O cronograma de atividades envolve a preparação dos locais afetados para demolição e posterior reconstrução, trabalho que terá duração aproximada de onze meses.

“Será imprescindível a manutenção da segurança na edificação, com a adoção de equipamento de proteção coletiva na fachada e de procedimentos que garantam a redução de impactos ou vibrações durante a execução das obras”, diz o comunicado da assessoria de comunicação da Saeb.

O incêndio comprometeu à época o último pavimento do edifício, além da casa de máquinas.

O prédio abriga diversas instituições como o SAC Comércio, o Núcleo Regional de Educação (NRE); o Restaurante Popular; o Museu do Cacau, uma unidade da Defensoria Pública do Estado, Cesta do Povo e instituições bancárias.

Construído ao lado da Praça Marechal Deodoro e junto ao Porto, no Comércio, o Instituto do Cacau da Bahia foi criado em 8 de junho de 1931 e alocado no prédio, com sua arquitetura moderna e linhas consideradas avançadas para a época, sendo inaugurado em 1936. O projeto foi assinado pelo arquiteto alemão Alexander Buddeus, em 1932. As informações são do jornal A Tarde.

Sobre o autor

Trabalhou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página, Tribuna Regional (Jacobina/BA) e Jornal Classe A (LEM/BA); nos sites Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Também foi assessor de comunicação da Prefeitura de Jacobina (BA).

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *