Redação G8 News
jornalismo@g8news.com.br

 

Com cada vez mais dificuldade do governo conseguir apoio suficiente na Câmara dos Deputados para a privatização da Eletrobras, o Palácio do Planalto tentará, assim que passar a crise dos caminhoneiros, uma “saída honrosa” para a situação. O líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), propôs ao relator da desestatização da companhia, o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), a alteração de seu relatório. A ideia é retirar a Eletrobras e deixar no pacote apenas as seis distribuidoras deficitárias (Acre, Alagoas, Piauí, Rondônia, Roraima e Amazonas) à venda, o que em tese, facilitaria a aprovação do projeto na Casa. A grande questão é saber se apareceriam interessados em comprar essas companhias.