Redação G8 News
jornalismo@g8news.com.br

 

O Instituto dos Arquitetos na Bahia ajuizou ação na 14ª Vara Civil da Justiça Federal, pedindo a suspensão imediata das obras do BRT de Salvador. De acordo com a entidade, o projeto “não conta com os imprescindíveis instrumentos de planejamento” e “não cumpriu a legislação exigida”, como o Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC).

O IAB defende a paralisação imediatada da intervenção “para evitar desde já o risco de graves prejuízos aos cofres públicos, especialmente aos do próprio município”. O Instituto ainda teme futuros problemas urbanísticos e ambientais. “Permitir que as obras prossigam, significa a anuência para que danos ambientais e urbanísticos, que não foram sequer examinados, venham a ser gerados de modo irreversível ou com reversão altamente onerosa”, diz nota divulgada pela instituição.