Redação G8 News
jornalismo@g8news.com.br

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), concedeu uma entrevista à rádio Metrópole, na manhã desta desta terça-feira (12). Durante a entrevista, o democrata disse que a sua prioridade no momento tem sido mais seu trabalho à frente do Legislativo do que sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto.

“Quando aconteceu a greve dos caminhoneiros, eu disse ao presidente do meu partido, ACM Neto, que a minha posição deveria ser muito cuidadosa. Mais de presidente da Câmara do que de pré-candidato. Minha prioridade deveria ser, não que eu esteja retirando nenhuma pré-candidatura, a estabilização desse ciclo. Nesse momento de crise profunda, não cabe ao presidente da Câmara gerar mais instabilidade”, declarou.

Embora tenha dito que se mantém na disputa, o presidente da legenda, ACM Neto, disse nesta segunda-feira (11), ao jornal O Globo, que não está descarta a possibilidade do partido se aliar a outro candidato. Apesar de já circular nos bastidores que Maia estava trabalhando a sua reeleição para presidente da Câmara, essa é a primeira vez que o parlamentar dá sinais publicamente de que tende a recuar na disputa pela presidência da República.