A Rede Sustentabilidade negou que tenha decidido partir para uma coligação com o PSDC nas eleições de 2018 na Bahia. A presidente da Rede no estado, Iaraci Dias, afirmou que a legenda participa de “conversas primárias” com o grupo que tem Marcos Maurício (PSDC) como candidato ao Palácio de Ondina, mas que uma coligação depende da chancela da direção nacional do partido.

“Com todo o respeito que a gente tem pelo PSDC, construir uma aliança requer uma boa conversação. Temos uma conversa amistosa, mas não temos nada fechado”, comentou Iaraci.

Um dos pontos delicados que envolvem a junção é que a Rede também tem uma candidatura posta ao governo do estado, a da ex-vice prefeita de Salvador. Com o nome de Célia Sacramento, a Rede pretende montar um palanque para Marina Silva, pré-candidata ao Planalto, na Bahia.

“Nos respeitamos a intenção do PSDC em unir os partidos, mas a Rede tem uma direção nacional e estadual que precisa debater a questão”. Além do PSDC, a legenda de Iaraci está com conversas adiantadas com o Patriota e o PSOL para coligação. (BN)