Na próxima terça-feira (22), a Câmara Municipal de Salvador (CMS) vai discutir o projeto dos corredores exclusivos do BRT. A sessão começa às 15h e a expectativa é que o debate seja acalorado, já que a implantação do BRT de Salvador tem sido bastante criticada por parte da população, técnicos ambientais e urbanísticos.

A obra foi iniciada em 29 de março e prevê o sacrifício de pelo menos 579 árvores entre as avenidas Juracy Magalhães Jr. e ACM, de acordo com levantamento feito pelo grupo Salvador Sobre Trilhos.

A Prefeitura esclareceu, no entanto, que durante a implantação do primeiro trecho do BRT, que irá ligar a região do Parque da Cidade à estação de integração do metrô na área da rodoviária e Shopping da Bahia, serão retiradas 9 árvores que estão mortas, 15 precisão ser podadas, 154 suprimidas e 159 transplantadas.