A saída do PSC do chapão da oposição para formar uma chapinha com PTB, SD e PPL ainda continua repercutindo na base do prefeito ACM Neto (DEM). A relação, que quase foi rompida por causa do impasse, segue estremecida.

Na última quarta-feira (9), o deputado Jutahy Junior (PSDB), candidato ao Senado na chapa de Zé Ronaldo (DEM), ao lado de Irmão Lázaro (PSC), mandou uma indireta para o partido: “Eu honro minha palavra”, disse, ao Bahia.ba.

A afirmação de Jutahy expõe o sentimento ainda presente entre os demais partidos que houve traição do PSC, que não teria cumprido o acordo de integrar o chapão. O presidente da legenda, Heber Santana, diz que a agremiação não descumpriu nenhum acordo e fez a movimentação para viabilizar uma disputa mais equilibrada ao partido.

Nos bastidores, integrantes da oposição, especialmente do DEM, não escondem a insatisfação. O sentimento é de não fazer esforço pela eleição de Irmão Lázaro ao Senado como forma de retaliação.

Os líderes, por sua vez, tentam colocar panos quentes para evitar um enfraquecimento do grupo. Do outro lado, os aliados de Rui agradecem.