A ministra Rosa Weber foi eleita ontem (19) presidente do Tribunal Superior Eleitoral. A magistrada vai suceder o colega da Corte, Luiz Fux, no comando do TSE em agosto. Fux vai deixar o cargo após dois anos no exercício da função.

Weber vai presidir as eleições de outubro e deve permanecer no cargo até maio de 2020. Ela também é ministra do STF (Supremo Tribunal Federal).

“Eu sei da enorme responsabilidade que me aguarda neste ano de 2018, em que o país se encontra em meio a uma disputa tão acirrada, com tantas divisões”, afirmou a ministra após a votação. (M1)