Após realizar mais uma assembleia da campanha salarial na tarde desta quarta-feira (13), centenas de servidores municipais de Salvador decidiram bloquear a Rua Chile, na Praça Municipal, a fim de chamar a atenção do prefeito ACM Neto, que não estaria aberto para dialogar com a categoria.

O Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps) informou que “o protesto é devido a intenção do prefeito de retirar o avanço de nível salarial do biênio, na ordem de 5,5%, para os servidores da Saúde”, além de ainda não ter apresentado uma contraproposta para a pauta de reivindicações da categoria, que prevê aumento linear de 23,5% para os salários e para o auxílio alimentação.

A partir da próxima segunda-feira (18), a categoria promete paralisar as atividades por 72 horas. “Faremos assembleias segunda, terça e quarta, a partir das 13h30”. As informações são do Bahia.ba