As novas regras para o financiamento da propaganda eleitoral foi definida conforme determinação do Supremo Tribunal Federal (STF). Pela primeira vez, está proibida a doação de empresas para os candidatos.

Desta forma, a saída encontrada por deputados e senadores foi definir novas regras. Depois de muita polêmica e poucos dias antes do prazo final para a proibição valer em 2018, Câmara dos Deputados e Senado aprovaram a criação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, por meio da Lei 13.487/2017, que soma R$ 1,716 bilhão de recursos públicos.

Entre as novidades para as eleições deste ano, além desse fundo, as legendas também poderão apostar em doações de pessoas físicas e vaquinhas virtuais para aumentar o montante de recursos. (RB)