Redação G8 News
jornalismo@g8news.com.br

 

O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) concluiu o julgamento de cinco processos nesta terça-feira (12), com destaque para a aprovação com ressalvas, multas e determinações da prestação de contas da Superintendência de Recursos Humanos da Saúde (Superh), unidade vinculada à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), relativas ao exercício de 2016. O relator do processo, conselheiro João Evilásio Bonfim, propôs a aprovação com ressalvas, determinações e multas no valor de R$ 500, a serem aplicadas a dois dos quatro ex-gestores da unidade em 2016, Laura Protásio Santos e José Raimundo Mota de Jesus, absolvendo Joana Costa Pinheiro e Maria do Rosário Costa Muricy, pelo pouco tempo de gestão de ambos naquele exercício.