O casamento entre o deputado federal Irmão Lázaro (PSC) e o pré-candidato ao governo José Ronaldo (DEM) está cada vez mais distante. Com a proximidade das convenções partidárias, diversas conversas estão sendo realizadas entre PSC e os aliados de Ronaldo, mas sem avanço.

Lázaro quer disputar o Senado, mas a ele articuladores do democrata só oferecem a vice, que não interessa ao PSC nem ao próprio ex-vocalista do Olodum. O grande impasse continua sendo o deputado federal Jutahy Junior (PSDB), único confirmado na chapa para o Senado e que não quer Lázaro ao seu lado.

Recentemente, em uma reunião com o vice-prefeito Bruno Reis (DEM), um dos principais articuladores da oposição no estado, Lázaro tratou do tema e apresentou seus argumentos. Segundo fontes que participaram do encontro, Bruno admitiu que o cristão é o melhor nome, mas que há a resistência de Jutahy, o que emperra as negociações.

A pessoas próximas, Lázaro tem falado em tom de desânimo e acredita que ficará mesmo de fora da chapa de Zé Ronaldo. Para o deputado cristão, há um temor na vitória dele e, por isso, alguns integrantes da base conspiram contra sua candidatura. A crítica provavelmente é direcionada a Jutahy.